O Tumblr e sua relação com práticas autodestrutivas: o caráter epidemico da autolesão

Stephanie Cristin Otto, Kátia Alexsandra dos Santos

Resumo


Notícias sobre adolescentes que ferem a si mesmos propositalmente têm se tornado cada vez mais comuns na mídia e nas redes sociais. Para além disso, pesquisas têm demonstrado a relação entre a disseminação da prática de autolesão com as trocas que ocorrem em páginas da internet (Whitlock, 2006, Whitlock, Powers & Eckenrode, 2009; Morey, Eagle, Verne & Cook, 2011). Destaca-se, nesse sentido, a plataforma blogging Tumblr. Considerando essa circulação, o objetivo deste trabalho foi o de compreender se a utilização da plataforma blogging Tumblr possuía influência na disseminação do conteúdo e prática da autolesão entre adolescentes. Nossa análise discursiva demonstrou que essa plataforma blogging se constitui como um espaço em que adolescentes podem compartilhar seu sofrimento e falar sobre a autolesão sem serem julgados. No que se refere ao Tumblr, é possível corroborar com estudos desenvolvidos em outros países quanto ao caráter epidêmico da autolesão, uma vez que a identificação com o sofrimento de pessoas que se autolesionam pode ser um fator de risco para começar. Os resultados desta pesquisa buscam dar visibilidade para esse problema que afeta as pessoas para além do espaço virtual.


Palavras-chave


Autolesão; Adolescência; Tumblr; Epidemia; Análise do Discurso.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2016 Psicologia Revista. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde. ISSN 1413-4063

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: