A construção da identidade no Brasil Meridional: italianos na capital do Rio Grande do Sul

Núncia Santoro de Constantino

Resumo


Emprega-se o modelo desenvolvido por Conzen et. al. desde a década de 1980, nos Estados Unidos, para analisar a formação de identidades étnicas. Sabendo-se que o estudo da imigração italiana urbana no extremo sul do Brasil é ainda negligenciado pela historiografia, toma-se em consideração o caso da cidade de Porto Alegre, através da reconstrução da história da coletividade italiana, colocando em evidência a maneira como alguns traços da cultura italiana, transplantados, auxiliaram na integração ao país onde os imigrantes passaram a viver. Se no século XIX entrelaçaram-se os símbolos nacionais italianos aos regionais, ou mesmo aos locais, para a construção desta italianidade, nas últimas décadas tais símbolos foram revitalizados, servindo como sinais diacríticos aos ítalo-brasileiros que retornam à pátria dos seus ancestrais.

Palavras-chave


Imigração urbana; Imigração italiana; Brasil Meridional; Identidade Étnica

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.