Tempo e escatologia na representação urbana futurística de Blade Runner (1982)

Luiz Aloysio Mattos Rangel

Resumo


O presente trabalho, fundamentando-se em estudos recorrentes de minha dissertação de mestrado, em andamento, procura percorrer uma representação urbana futurística no cinema de ficção científica, utilizando para esta análise o filme Blade Runner (1982), dirigido por Ridley Scott e inspirado no livro Do androids dream of eletric sheep?, de 1968, do escritor norte-americano Philip K. Dick. Pautando-se pela confluência de temporalidades que coabitam um dado contexto e articulando esta característica das cidades na contemporaneidade ao fenômeno de aceleração da realidade, como atualização da concepção milenar do tempo escatológico, este trabalho dedica-se a apresentar ao leitor uma visão panorâmica de alguns aspectos característicos desta vida “que corre sobre a lâmina”.

Palavras-chave


Cidade; Escatologia; Ficção-Científica; Tempo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.