Estágio supervisionado e planejamento compartilhado:possibilidades da organização do ensino de professores de matemática em formação
Supervised Training and Shared Planning:Possibilities of Organizing the Education of Prospecting Mathematics Teachers

Maria Marta da Silva, Wellington Lima Cedro

Resumo


Neste artigo discute-se o potencial do estágio supervisionado como lócus de aprendizagem da(na) docência, tendo o planejamento compartilhado de ações como organizador da atividade de professores de matemática em formação inicial. As discussões foram feitas à luz da teoria Histórico-Cultural (Vigotski, Leontiev, Davidov) e da proposta teórico-metodológica das Atividades Orientadoras de Ensino (Moura). Os dados foram obtidos pela realização de um experimento formativo com os professores matriculados na disciplina de Estágio Curricular Supervisionado II no 4ª ano de Licenciatura de Matemática de uma universidade pública. Destaca-se que os professores em formação constituíram um modo geral de organização do ensino de matemática com base nas ações desenvolvidas no estágio supervisionado.


Palavras-chave


Professores de Matemática; Estágio Supervisionado; Planejamento Compartilhado

Texto completo:

PDF

Referências


CO-AUTOR

DAVIDOV. V. (1988). La enseñanza escolar y el desarrollo psíquico. Madrid: Progreso.

_____________. (1983). Tipos de generalización en la enseñanza. Ciudad de La Habana: Editorial Pueblo y Educación.

DAVIDOV, V.; MARKOVA, A. K. (1983) A Concept of Educational Activity for Schoolchildren. In: Journal of Russian and East European Psychology. Volume 21, Number 2.

DELARI JUNIOR, A. (2013). Apresentação. In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Orgs.). Ensino desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos. Uberlândia: UDUFU. 17-43.

HAYAMA, P. M. (2008). Alunos-professores e professores-alunos: o trabalho em grupo no estágio supervisionado. Dissertação de Mestrado em Educação, São Paulo, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo.

LEONTIEV, A. (1978). O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizonte.

LIBÂNEO, J. C. (2014). A integração entre o conhecimento disciplinar e o conhecimento pedagógico na formação de professores e a contribuição da teoria do ensino de Vasili Davidov. In: LIBANEO, J. C. Adeus professor, adeus professora. São Paulo: Cortez.

_____________. (2013). Escola de tempo integral em questão: lugar de acolhimento social ou de ensino-aprendizagem. Texto digitado.

_____________. (1994). Didática. São Paulo: Cortez.

LIBANEO, J. C.; FREITAS, R. (2013). Vasiliv Vasilyevich Davydov: a escola e a formação do pensamento teórico-cientifico. In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Orgs.). Ensino desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos. Uberlândia: EDUFU. 316-350.

LOPES, A. R. L. V. (2004). A Aprendizagem docente no estágio compartilhado. Tese de Doutorado em Educação, São Paulo, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo.

MOURA, M. et al. (2010). A Atividade orientadora de ensino como unidade entre ensino e aprendizagem. In: MOURA, M. (org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. Brasília, DF: Liber Livro.

_____________. (2001). A atividade de ensino como ação formadora. In: CASTRO, A.; CARVALHO, A. M. P. de (Org.). Ensinar a ensinar. São Paulo: Pioneira.

PIMENTA, S. G. (2012). O protagonismo da didática nos cursos de Licenciatura: a didática como campo disciplinar. XVI ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino. Campinas, Julho. 54-68.

_____________. (1995). O estágio na formação de professores: unidade teoria e prática? São Paulo: Cortez.

PIMENTA, S.; LIMA, M. (2004). Estágio e docência. São Paulo: Cortez.

AUTOR

VIGOTSKI, L. S. (2008). Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes.

_____________. (2003). Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo, SP: Ícone.

_____________. (1995). Obras escogidas III. Madrid: Visor Distribuciones, S. A.

_____________. (1993). Obras Escogidas II. Madri: Visor e MEC.

_____________. (1987). A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA