Da crítica e da escritura: fronteiras moventes

Cristina Torres

Resumo


O objeto deste estudo tem foco na produção literária de Clarice Lispector, especificamente sua produção de crônicas para o Jornal do Brasil, entre os anos de 1967 a 1973. Trata-se de uma investigação que discute as fronteiras entre a crítica literária e a escritura clariceana a fim de problematizar o pouco espaço que as crônicas da autora ocupam dentro das investigações de sua fortuna crítica. À luz da reflexão sobre escritura-crítica investigamos a singularidade das crônicas de Clarice e a importância dessa produção para a compreensão dos modos de narrar de sua obra.

Palavras-chave


Clarice Lispector; crônica; crítica; fronteiras; literatura brasileira.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: