A mise-en-abyme no romance Névoa, de Miguel de Unamuno

Altamir Botoso

Resumo


Neste artigo, estudamos o emprego da técnica da mise-en-abyme no romance Névoa, do escritor espanhol Miguel de Unamuno. A técnica mencionada configura-se na obra quando o personagem-escritor Víctor Goti começa a escrever um romance que, como se fosse um espelho, duplica a história de Augusto Pérez, protagonista do romance de Unamuno, problematizando o universo das criações ficcionais e enfatizando questionamentos próprios das ficções contemporâneas.

Palavras-chave


Névoa; Miguel de Unamuno; Mise-en-abyme; Metaficção

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: