A cultura brasileira como antropofagia barroquizante cabocla. O pensamento crítico do arquipélago

Revista FronteiraZ

Resumo


Entrevista com o professor José Amálio Pinheiro, docente e pesquisador do Programa de Comunicação e Semiótica da PUC-SP, na qual ele discorre sobre a concepção de alteridade em contextos diversos como: barroco, a mestiçagem latino-americana, a antropofagia cultural, as novas mídias e tecnologias digitais e os movimentos migratórios, já no século XXI.

Edição: Ana Paula Rodrigues da Silva, Thiago Fonseca (TV-PUC)
Música: PIPA estúdio


Texto completo:

vídeo

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 FronteiraZ. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: