A cidade que nos olha: imagem e vestígio nos noturnos de Cássio Vasconcellos

Daniela Palma

Resumo


O ensaio propõe uma leitura do livro fotográfico Noturnos São Paulo (2002), de Cássio Vasconcellos, articulando considerações sobre a consistência imagética das fotografias urbanas que o compõem e questões associadas à memória do próprio dispositivo (da fotografia, do livro). O trabalho crítico, iluminado por autores como Didi-Huberman, Derrida, Benjamin e Merleau-Ponty, busca refletir sobre  os vínculos transtemporais, sobre os fantasmas, que a imagem fotográfica comporta, atingindo, assim, seu próprio núcleo poético.

 


Palavras-chave


otografia contemporânea; cidade; poéticas; Cássio Vasconcellos.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM