OS IMPACTOS DA GESTÃO FAMILIAR NOS CONFLITOS E CULTURA ORGANIZACIONAL

Fabio Santarossa Dante, Regina Mazzini Rodrigues, Graziela Graziano Cremonezi

Resumo


Frente aos desafios em gestão de pessoas na década presente, os conflitos geracionais alimentam uma discussão sobre quais fatores definem as carreiras e motivam os profissionais. O objetivo central desse artigo é diagnosticar os impactos da gestão familiar nos conflitos e na construção da cultura organizacional em uma prestadora de serviço. Ao final do estudo, tais resultados identificados poderão ser trabalhados como insumos informacionais a empregadores, organizações e profissionais quanto ao entendimento de gestão familiar, conflitos organizacionais e cultura organizacional. Como método de estudo de coleta e análise dos resultados, utilizou-se um questionário desenvolvido para essa própria necessidade divido em 4 etapas, aplicado a 36 pessoas. Os dados foram analisados em forma quantitativa. O resultado é que a empresa é considerada profissional mesmo estando sob uma gestão familiar e que não há conflitos internos dos familiares mas sim conflitos internos organizacionais e que a cultura não é explanada aos funcionários.

Palavras-chave


Gestão familiar, empresa familiar, conflitos organizacionais, cultura organizacional THE

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v6i3.31067

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.