A Explicação do Processo Cognitivo como Atividade de Resolver Problemas em Herbert Simon

J. R. Chiappin, Carolina Leister

Resumo


O objetivo deste artigo é reconstruir o modelo explicativo do processo cognitivo de Herbert Simon, que interpreta o processo cognitivo como atividade humana de resolução de problemas. Para tanto, três teses centrais são presumidas: (i) uma tese ontológica relativa ao seu modelo de indivíduo, segundo o qual seus processos cognitivos podem ser representados por programas computacionais destinados a solucionar problemas de domínio específico; (ii) uma tese normativa, que sustenta a racionalidade como ideia reguladora de sua teoria, e (iii) outra tese, de cunho epistemológico, segundo a qual um maior conteúdo empírico na interpretação do conceito econômico de racionalidade deve ser buscado. Conclui-se dessas teses que a racionalidade é interpretada, no programa simoniano, como racionalidade limitada e adaptativa. O método para alcançar o objetivo deste artigo é reconstruir racionalmente os processos cognitivos por meio da metáfora computacional e da identificação desses processos como atividade de solução de problemas, restrita pelas três teses citadas.

Palavras-chave


Atividade de resolver problemas; Processo cognitivo; Metáfora do computador; Racionalidade limitada e adaptativa; Sistemas de produção.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.