Emblema de modernidade: o relato de viagem de Vittorio Buccelli e o Rio de Janeiro como cartão de visita

Luis Fernando Beneduzi

Resumo


O propagandista Vittorio Buccelli, como diversos profissionais italianos, acompanhou o fluxo emigratório de seus compatriotas, buscando construir laços comerciais que envolvessem a terra de partida do emigrante e aquela de chegada. Em seu relato, publicado em Milão, em 1906, como naquele dos viajantes europeus, percebe-se um processo de leitura comparada da alteridade; no entanto, no caso específico deste italiano, esse outro é analisado e narrado a partir de uma tentativa de construir pontes comerciais entre o Brasil e a Itália. Nesse sentido, relatar a experiência brasileira significa desconstruir os medos e as representações negativas de um espaço de doenças, de miasmas e de desorganização, que caminham pari passu com uma imagem de paraíso terrestre. Buccelli tornar-se-á um grande veiculador – no contexto europeu – da imagem de modernidade que os republicanos estavam construindo sobre o país.

Palavras-chave


Viajantes italianos; Modernidade; Representação; Imigração italiana; Narrativas sobre o Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.