Uso de corpora na formação de tradutores

Antonio P. Berber Sardinha

Resumo


O presente trabalho aborda a questão do uso de corpora na formação de tradutores, enfocando mais especificamente a questão da conscientização. O trabalho apresenta uma discussão sobre o papel de corpora na tradução, sua aplicabilidade na formação profissional, e sua importância para o melhor conhecimento da constituição da linguagem. São oferecidos dois exemplos de análises, detalhadas a fim de serem aplicáveis em contextos em que haja poucos recursos de infraestrutura. As análises centram-se em pesquisas sobre as escolhas lingüísticas de um texto jornalístico traduzido para o português, e da versão brasileira de um slogan de uma campanha publicitária americana. É sugerido que essas atividades possam ser desenvolvidas com alunos de tradução, de tal modo que elas forneçam condições para que os alunos, ao explorarem corpora eletrônicos, possam se conscientizar da complexidade e da especificidade das escolhas lingüísticas envolvidas no processo tradutório.

Palavras-chave


Lingüística de Corpus; Conscientização; Corpora eletrônicos; Formação de tradutores

Texto completo:

PDF


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X