O ENSINO DE MATEMÁTICA COM INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS: um olhar sobre aulas à luz da Orquestração Instrumental

Rosilângela Maria de Lucena Scanoni Lucena, Verônica Gitirana, Luc Trouche

Resumo


Tendo como base a análise de duas aulas, retratadas em vídeo e em história em quadrinhos, este artigo discute a Orquestração Instrumental como um modelo teórico que serve como ferramenta para entender a atividade do professor para integrar recursos digitais em sua prática, tendo de organizar artefatos, sujeitos, tempo, ambiente em torno de uma situação matemática em sua sala de aula. A análise foca-se nas propriedades das quatro operações básicas a serem ensinadas em uma aula graças às tabelas de dupla entrada, articuladas com a linguagem algébrica. A discussão teve lugar em uma turma de mestrado com uma professora e sete estudantes. A análise foca diferentes elementos do modelo e traz à tona um novo conceito para o modelo, as reações ad hoc dos estudantes em eventos imprevistos.

Palavras-chave


orquestração instrumental; reação ad hoc; história em quadrinhos; propriedades das operações; gênese instrumental

Texto completo:

PDF

Referências


ARTIGUE, M. Didactical engineering as a framework for the conception of teaching products. In: BIEHLER, R.; SCHOLZ, R. W.; WINKLEMANN, B. Didactics of mathematics as a scientific discipline. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1994, p. 27-39.

BELLEMAIN, F.; TROUCHE, L. Compreender o trabalho dos professores na concepção e utilização de recursos no seu ensino. Anais do I LADIMA – Simpósio Latino-Americano de Didática da Matemática - Bonito-MS. Campo Grande: UFMS, 2016, p. 1-14. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/0B6OphkgfrkD3eGRlSW1iVHg3YjQ/view. Acesso: 15/06/2018.

COUTO, R.L. Metaorquestração Instrumental: um constructo teórico para repensar a formação de professores de matemática. Tese de doutoramento em andamento. (Educação Matemática e Tecnológica) Universidade Federal de Pernambuco, a publicar.

COUTO, R.L. Mediações didáticas da tutoria online da geometria analítica: uma análise à luz da orquestração instrumental e das representações semióticas. 172 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica) – Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2015.

DRIJVERS, P.; DOORMAN, M.; BOON, P.; REED, H.; GRAVMEIJER, K. The Teacher and the Tool: instrumental orchestrations in the technology-rich mathematics classroom. Educacional Studies in Mathematics, v. 75, n. 2, p. 213-234, 2010.

GTRIC – Grupo de Trabalho de Imagem e Conhecimento. Tecnologia e Metodologia. Vídeo. S/D. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=xLRt0mvvpBk Acesso: 12/10/2016.

LUCENA, R. A Instrumentada Pixton@. História em Quadrinhos, 2013. Disponível em http://lematec.net.br/webdocuments/1/res/hq01/hq1.png. Acesso: 07/08/2016.

LUCENA, R. A Tabuada Pixton@. História em Quadrinhos, 2016. Disponível em http://lematec.net.br/webdocuments/1/res/hq02/hq2.toi.png. 07/08/2016.

LUCENA, R.; GITIRANA, V. Configurações didáticas da tutoria online: a escolha de recursos para mediação didática do tutor. Anais do VI SIPEM – Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática – SIPEM, p. 1-12. Pirenópolis-GO. 2015.

LUCENA, R.; GITIRANA, V. ORQUESTRAÇÕES INSTRUMENTAIS: o ensino de matemática pautado em tecnologias digitais. 2016. Disponível em: . Acesso em: 07/08/2016.

LUCENA, R.; GITIRANA, V. TROUCHE, L. Une Analyse Micro-Génétique des Genèses Instrumentales Impliquées dans une Situation de Géométrie Dynamique. Actes École d’Été de Didactique des Mathématiques. Paris, ARDM. (no prelo).

LUCENA, R.; GITIRANA, V. TROUCHE, L. Instrumental Meta-Orchestration for Teacher Education. In: V. Gitirana; T. Miyakawa; M. Rafalska; S. Soury-Lavergne; L. Trouche. Proceedings of Re(s)source 2018 International Conference. ENS de Lyon, Lyon, 2018, p. 300-303.

LUCENA, R.; GITIRANA, V.; TROUCHE, L. Teoria da Orquestração Instrumental: um olhar para a formação docente. Anais do I LADIMA – Simpósio Latino-Americano de Didática da Matemática- Bonito-MS. Campo Grande: UFMS, 2016, p. 1-14.

PEREIRA, J. W.; GITIRANA, V. Configurações didáticas na educação a distância: um olhar sobre os recursos mobilizados por um professor executor. Anais do I LADIMA – Simpósio Latino-Americano de Didática da Matemática, 2016, Bonito-MS. Campo Grande: UFMS, 2016, p. 1-14.

RABARDEL, P. Les hommes et les technologies: une approche cognitive des instruments contemporains. Paris : Armand Colin, 1995.

TROUCHE, L. Environnements informatisés et mathématiques: quels usages pour quels apprentissages ? Educational Studies in Mathematics, v. 55, p. 181-197, 2004.

TROUCHE, L. Construction et conduite des instruments dans les apprentissages mathématiques: nécessité des orchestrations. Recherches en Didactique des Mathématiques, v. 25, p. 91-138, 2005.

VERGNAUD, G. The theory of conceptual fields. In: L.P. Steffe; P. Nesher; P. Cobb, G.A. Goldin; B. Greer (eds.). Theories of Mathematical Learning. Mahwah, Lawrence Erlbaum Ass., 1996, p. 219-239


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Ensino da Matemática em Debate (ISSN 2358-4122)

Indexadores:

      

  


Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional