“Eutopia” e “distopia” no Brave New World, de Aldous Huxley

Mauro Cesar Bartolomeu, Mauri Cruz Previde

Resumo


Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, é considerado uma das mais importantes “distopias” do século XX. No presente artigo, discutiremos os fundamentos de sua tese, apontando algumas de suas incoerências internas e revelando a ideologia conservadora e moralista do seu autor. Entre outras questões, discute-se o problema da felicidade, do uso de drogas e da liberdade sexual.

Palavras-chave


Distopia; Huxley; Ideologia; Conservadorismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: