UMA DIALÉTICA DA NARRATIVA EM A ORDEM NATURAL DAS COISAS, DE ANTÓNIO LOBO ANTUNES

Luís Fernando Prado Telles

Resumo


O presente artigo pretende investigar a existência de um movimento dialético em A Ordem Natural das Coisas, de António Lobo Antunes. Tal movimento diz respeito ao fenômeno de recriação da narrativa quando esta se representa enquanto incompleta ou interrompida. Assim, esse movimento resulta na transferência da função do narrador para a instância da leitura. O resultado disso é que a narrativa interrompida convoca uma atitude narrativa por parte da leitura, que, dessa maneira, se torna performance narrativa.

Palavras-chave


Narrativa; dialética; António Lobo Antunes

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: