João Miramar e as dobras do texto

Susanna Busato

Resumo


Este estudo acerca das Memórias Sentimentais de João Miramar, de Oswald de Andrade, tem como objetivo explorar as vozes que organizam o espaço da linguagem na obra. Tal espaço tem como eixo de visão operatório a polifonia, lugar onde os signos se relacionam fora de uma escala hierárquica, ainda que o eixo cronológico da vida de João Miramar seja o fio condutor dos episódios.


Palavras-chave


Oswald de Andrade; polifonia; memória; espaço

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: