O Cheiro do ralo: a estética do fragmento

Senise Camargo Lima Yazlle, Nefatalin Gonçalves Neto

Resumo


O trabalho que ora apresentamos objetiva mapear as diversas formas de fragmentariedade que o livro O cheiro do Ralo, do escritor paulistano Lourenço Mutarelli, apresenta. Para este fim, partiremos das diversas teorias que a crítica pós-moderna apresenta, a fim de compor um caminho de leitura que perscrute a forma de construção desta fragmentariedade no livro.


Palavras-chave


Experimentação; Fragmentação; Identidade; Pós-modernismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: