Entrevista com Jaime Ginzburg

Revista FronteiraZ

Resumo


Jaime Ginzburg é professor do Departamento de Literatura Brasileira da Universidade de São Paulo. Atuou como professor visitante na UFMG, na UNESP e na University of Minnesota. Defendeu sua tese de livre-docência abordando as relações entre a literatura brasileira e regimes autoritários, examinando o período do Estado Novo e o da Ditadura militar. Recebeu o prêmio Jabuti em Teoria e Crítica Literária pelo livro Crítica em tempos de violência (2012). Publicou, em 2013, Literatura, violência e melancolia. Organizou Escritas da violência (2012, em dois volumes) com Márcio Seligmann-Silva e Francisco Foot Hardman e Walter Benjamin: rastro, aura, história (2012) com Sabrina Sedlmayer. Como pesquisador do CNPq, desenvolveu projetos sobre Literatura e Autoritarismo e Violência e forma e atualmente pesquisa sobre O narrador na literatura brasileira contemporânea.

 

Vídeos:
Gravação: TV-PUC
Edição: Ana Paula Rodrigues da Silva, Thiago Fonseca (TV-PUC)


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: