Fracasso como potência: uma contribuição queer às perspectivas contra-hegemônicas

Bruna Luiza de Camillo Allegretti

Resumo


Diante da hegemonia do discurso do sucesso, usar o fracasso como chave central é uma possibilidade para acionar outras perspectivas teóricas. Partindo das contribuições queer a esse modo outro de pensamento, Jack Halberstam constrói uma coletânea de manifestações artísticas e cinematográficas, bem como de teorizações marginais e histórias ocultas, com a proposta de ativar outros caminhos cognitivos, acionar outros afetos e, dessa forma, desestabilizar discursos dominantes. 


Palavras-chave


fracasso; estética; estudos de gênero; teoria queer.

Texto completo:

PDF