Lênin, imperialismo e revoluções

Valério Arcary

Resumo


Lenin foi o primeiro marxista a avaliar que tinha se aberto com oimperialismo – que não era só uma política, mas uma nova eraeconômica do metabolismo do Capital - uma época histórica de apogeu e,ao mesmo tempo, hegelianamente, de decadência do sistema: umaépoca de transição, portanto, de guerras e revoluções. As criseseconômicas do capitalismo diminuiriam - ou até impediriam – as margensde negociação de concessões aos trabalhadores. A época das reformasteria ficado no passado. A história sancionou ounão esta perspectiva?

Palavras-chave


Lutas sociais; ideologias; marxismo; movimentos sociais; Estado

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


BACON, F. (s/d). “Novum Organum”, livro I, parágrafo LXXXIV, apud,

COLLINGWOOD, R. A Idéia de História, São Paulo: Martins Fontes.

BERNSTEIN, E. (1982). Las premisas del socialismo y las tareas de la

socialdemocracia: problemas del socialismo: el revisionismo en la socialdemocracia.

México: Siglo XXI.

BRAGA, R.(2003). A Nostalgia do Fordismo. São Paulo: Xamã.

DANTAS, G. (......). Contradições e papel da economia armamentista norteamericana

na crise capitalista: sua relação com o impasse latino-americano (alguns

elementos teóricos. Brasília: UnB. Tese de doutorado em Ciências Sociais.

KAUTSKY, K. (1979). O caminho do poder. São Paulo: HUCITEC.

LENIN, V. L. (1966). “O Imperialismo, Estágio Superior do Capitalismo”. In: Obras

Escogidas. Moscou: Editorial Progresso.

MARX, K. (s/d). “Teses sobre Feuerbach”. In: Obras Escolhidas. São Paulo: AlfaÔmega


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Lutas Sociais
Revista do Núcleo de Estudos de Ideologias e Lutas Sociais (NEILS)
Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais – PUC/SP
Ministro Godói, 969 - 4º andar – Perdizes
CEP: 05015-001 - São Paulo - SP - Brasil
Fone/Fax: (+55 11) 3670-8517

Lutas Sociais está indexada em: