As trajetórias de poetas nos saraus das periferias de São Paulo

Autores

  • Lívia Lima da Silva Unifesp

DOI:

https://doi.org/10.23925/ls.v25i46.54232

Palavras-chave:

Literatura. Periferia. Sarau. Capital Cultural.

Resumo

O presente artigo apresenta resultado para titulação de mestrado no Programa de Estudos Culturais da Escola de Ciência Estudos e Humanidades da Universidade de São Paulo, que teve por objetivo investigar os processos que estão na origem do envolvimento de sujeitos em saraus de literatura nas periferias da cidade de São Paulo. A pesquisa se concentrou nos estudos sobre cultura sob a perspectiva de Pierre Bourdieu, sobretudo no que se refere à aquisição de capital cultural, com ênfase na origem social e trajetória educacional. 

O estudo de campo foi realizado em quatro saraus de diferentes regiões da cidade. Foram realizadas análises sociodemográficas dos bairros onde acontecem, considerando índices de escolaridade, renda per capita, espaços culturais etc. Por meio de questionários foi realizado um perfil do público destes eventos. E foram realizadas entrevistas com poetas/escritores, dando importância, sobretudo, às disposições que, em suas trajetórias, influenciaram suas práticas.

Concluiu-se que, o acesso à escolarização, com destaque para o ensino superior, influencia em disposições para atuação no campo literário. Os poetas e escritores que participam dos saraus desenvolvem práticas literárias profissionalmente, e muitos deles dependem dessas ações como uma de suas fontes de renda.

Palavras-chave: Literatura. Periferia. Sarau. Capital Cultural.

Abstract:

The present article presents results for a master's degree in the Cultural Studies Program of the School of Science Studies and Humanities of the University of São Paulo, which aimed to investigate the processes that are at the origin of the involvement of subjects in literature soirees on the outskirts of the city. from Sao Paulo. The research focused on studies on culture from the perspective of Pierre Bourdieu, especially with regard to the acquisition of cultural capital, with an emphasis on social origin and educational trajectory.

The field study was carried out in four soirees from different regions of the city. Sociodemographic analyzes of the neighborhoods where they take place were carried out, considering schooling rates, per capita income, cultural spaces, etc. Through questionnaires, a profile of the public of these events was carried out. And interviews were carried out with poets / writers, giving importance, above all, to the dispositions that, in their trajectories, influenced their practices.

It was concluded that, the access to schooling, with emphasis on higher education, influences dispositions to act in the literary field. The poets and writers who participate in the soirees develop literary practices professionally, and many of them depend on these actions as one of their sources of income.

Keywords: Literature. Periphery. Sarau. Cultural Capital.

 

Biografia do Autor

Lívia Lima da Silva, Unifesp

Lívia Lima da Silva, Jornalismo e Letras, Universidade Presbiteriana Mackezie/Universidade de São Paulo, Mestre, Centro de Estudos Periféricos - Unifesp.

São Paulo. São Paulo, Brasil,

livialimasilva@gmail.com,

(11) 97657-9165,

Rua Piraquara, 429 CEP 03688-000 - Jardim Nordeste. 

 

Referências

BONDUKI, Nabil; ROLNIK, Raquel. Periferias: ocupação do espaço e reprodução da força de trabalho. São Paulo: Prodeur/FAU-USP, 1979.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: Crítica Social do julgamento. São Paulo: Edusp, Porto Alegre: Zouk, 2008.

______________. As regras da arte. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

______________. Razoes práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus, 1996.

_____________. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

CALDEIRA, Teresa. A política dos outros. O cotidiano dos moradores de periferia e o que pensam do poder e dos poderosos. São Paulo: Brasiliense, 1984.

CANDIDO, Antonio. Literatura e Sociedade – Estudos de Teoria e História Literária. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2011.

DALCASTAGNÈ, Regina. Literatura brasileira contemporânea: um território contestado. Rio de Janeiro: Editora da UERJ; Vinhedo: Horizonte, 2012.

D’ALVA, Roberta Estrela.Teatro Hip-Hop: a performance poética do ator-mc. São Paulo: Perspectiva, 2014.

FERRÉZ. Manifesto de abertura. In: Literatura Marginal (org). Caros Amigos Especial. Literatura Marginal: a cultura da periferia. Ato I. São Paulo, agosto de 2001.

MICELI, Sérgio. Intelectuais à brasileira. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

MIRANDA, Fernanda Rodrigues de. O campo literário afro-brasileiro e a recepção de Carolina Maria de Jesus. Revista Estação Literária - UEL. Londrina: Vagão-volume 8 parte A, p. 15-24, dez. 2011.

NASCIMENTO, Érica Peçanha. Literatura Marginal: os escritores da periferia entram em cena. Dissertação de Mestrado (Antropologia). Universidade de São Paulo: 2006.

_____________. É tudo nosso! Produção cultural na periferia paulistana. Tese de Doutorado (Antropologia). Universidade de São Paulo: 2011.

PABLO, Tiaraju d’Andrea. A formação dos sujeitos periféricos: Cultura e Política na periferia de São Paulo. Tese de Doutorado (Sociologia). Universidade de São Paulo: 2013.

PEROSA, Graziela Serroni et al. O espaço das desigualdades educativas no município de São Paulo. São Paulo: Pro-Posições. vol.26, n.2, pp.99-118, 2015.

SALOM, Julio Souto. Combater a subcidadania disputando o jogo literário: uma contribuição ao estudo da Literatura Marginal Periférica. Dissertação de mestrado (Literatura). Universidade Federal do Rio Grande do Sul: 2014.

VAZ, Sérgio. Cooperifa: Antropofagia periférica. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2008.

WILLIAMS, Raymond. A cultura é de todos (Culture is Ordinary). Maria Elisa Cevasco (trad.). São Paulo: Departamento de Letras, USP, 1958.

Downloads

Publicado

2022-05-08