Vivências sobre o adoecimento benigno da mama: relatos de mulheres

Rhenata Souza Nunes, Renata Fabiana Pegoraro

Resumo


As doenças benignas da mama como o fibroadenoma e o cisto são problemas de saúde frequentes entre as mulheres na área ginecológica. Essas doenças não implicam por si só em risco de câncer, mas a carga simbólica atribuída ao seio implica na necessidade de ouvir essas mulheres para entender de que forma vivenciam o tratamento cirúrgico das mesmas. O objetivo deste trabalho foi investigar o apoio social e a relação com o corpo em mulheres que estavam em acompanhamento pós-cirúrgico de adoecimento benigno da mama na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Goiânia. Foram entrevistadas seis mulheres com idade média de 43 anos por meio de um roteiro semi- estruturado. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo, o que permitiu identificar as categorias: (a) o medo do diagnóstico, da cirurgia e do novo procedimento cirúrgico; (b) o apoio emocional e prático; e (c) a imagem corporal no pós-cirúrgico imediato e tardio. Conclui-se que o medo do câncer e a falta de suporte social adequado causaram intenso sofrimento psíquico nessas pacientes. Palavras-chave: Mama; doenças benignas; medo; apoio social; imagem corporal.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2016 Psicologia Revista. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde. ISSN 1413-4063

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: