A evolução do conceito de grupo em Silvia Lane

Autores

  • Renato Jesus da Silva Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Maria do Carmo Guedes Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Palavras-chave:

processos grupais, Silvia Lane, grupo

Resumo

Grupo sempre foi conceito destacado na Psicologia. No Brasil, uma autora a ele se dedicou de modo especial, ao propô-lo como categoria analítica privilegiada em sua proposta de uma psicologia social voltada à nossa realidade. Este estudo teve como objetivo demonstrar como, no trabalho de Silvia Lane, se deu a evolução do conceito de grupo. Para isso, contou com análise de conteúdo de textos de sua autoria. Os resultados dessa análise indicam que o trabalho com grupos desenvolvido por Silvia Lane estava estreitamente ligado à prática de pesquisa, sua e dos alunos, permitindo a produção de conhecimento sobre grupos a partir da aplicação em grupos específicos da sociedade. Dentro da universidade, usava suas aulas da disciplina “Processos Grupais” como laboratório de pesquisa, o que significa que não apenas reproduzia os autores que lhe davam sustentação teórica, mas aplicando-a à nossa realidade, para, então, revisá-la, agora transformada pelo efeito da prática, e então colocá-la na prática novamente. Assim sendo, a evolução do conceito é explicitada neste trabalho, mostrando que, na proposta desta pioneira de uma psicologia social brasileira, trabalha-se com processo grupal (e não simplesmente grupo).

Biografia do Autor

Renato Jesus da Silva, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Psicólogo, graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), integrante do Núcleo de Estudos em História da Psicologia (NEHPSI).

Maria do Carmo Guedes, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Professora titular da PUC-SP, coordenadora do Núcleo de Estudos em História da Psicologia (NEHPSI).

Downloads

Publicado

2016-05-10

Como Citar

Silva, R. J. da, & Guedes, M. do C. (2016). A evolução do conceito de grupo em Silvia Lane. Psicologia Revista, 24(2), 181–197. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/27795

Edição

Seção

Artigos Teóricos