Valores maternos e preconceito racial em crianças

Khalil da Costa Silva, Dalila Xavier de França

Resumo


Esta pesquisa buscou analisar os valores que as mães desejam para seus filhos e a relação entre estes valores e o preconceito racial. Participaram da pesquisa 145 crianças, de ambos os sexos, com idades entre seis e dez anos, sendo 51 brancas, 54 mulatas e 40 negras, e suas respectivas mães. O preconceito das crianças foi avaliado numa escala de distância social, enquanto as mães responderam a um questionário sobre valores humanos. Uma Análise de Regressão Múltipla entre os valores das mães e o preconceito das crianças indicou que os valores de realização predizem o preconceito contra o negro, ao passo que valores de conformidade o inibem. Concluiu-se que os valores atuam como motivações subjacentes ao preconceito.


Palavras-chave


valores; preconceito; relações mãe-criança.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Psicologia Revista. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde. ISSN 1413-4063

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: