Paternidade e cuidado: “novos conceitos”, velhos discursos

Denise Bernardi

Resumo


Este artigo teve por objetivo refletir acerca da paternidade e o cuidado, na atualidade. Iniciamos nossa reflexão apresentando um percurso histórico acerca da paternidade e o cuidado, em seguida discutimos os aspectos relacionados ao gênero e ao ato de cuidar. Após discorremos sobre as transformações paternas e novos papéis assumidos pelo homem na contemporaneidade. Diante das reflexões acerca deste estudo, observamos que o conceito de paternidade permanece em transformação, o que nos permite considerar que ser pai na atualidade envolva inúmeros desafios. Apesar dos conceitos acerca da paternidade seguirem se modificando, velhos discursos acerca da função materna e da função paterna ainda mostram-se muito presente. Concluímos desse modo que a família contemporânea ainda conserva traços da família patriarcal, na qual a mãe era a cuidadora exclusiva dos filhos. Esse aspecto parece contribuir para que o envolvimento do pai no cuidado aos filhos e os benefícios dessa relação ainda não sejam totalmente valorizados e reconhecidos.


Palavras-chave


paternidade; cuidado; transformações

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2017v26i1p.59-80

Direitos autorais 2017 Psicologia Revista. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde. ISSN 1413-4063

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: