Significados atribuídos por profissionais da Psicologia à prática da mediação familiar

Loridane Meotti, Aline Bogoni Costa

Resumo


Entende-se por significado do trabalho as representações que uma pessoa elabora sobre suas atividades de modo individual, grupal e social. Este artigo, de caráter qualitativo, objetivou identificar os significados atribuídos por profissionais da Psicologia à prática da mediação familiar no contexto judicial do Estado de Santa Catarina. O serviço de mediação familiar ocorre em 73 locais dos 113 Fóruns de Justiça existentes no Estado, sendo que 22 profissionais ocupam o cargo de psicólogo(a) e, destes, 4 (quatro), os quais foram participantes desta pesquisa, estão no Serviço de Mediação Familiar. Aplicou-se um questionário com perguntas fechadas e abertas, cujos dados foram interpretados por meio da análise de conteúdo. Foram identificadas cinco categorias para o significado do trabalho de mediação familiar, sendo elas: 1) a mediação familiar como complexa e difícil; 2) a mediação familiar como uma oportunidade de adquirir novos conhecimentos; 3) a mediação familiar como uma atuação importante ao desenvolvimento da Psicologia; 4) a mediação familiar como central à cultura do trabalho ampliado na Psicologia; e, 5) a mediação familiar como desafiadora e ampla. Discutiu-se acerca do reduzido quadro de profissionais da Psicologia nesta atuação no Estado, o qual consiste-se em um desafio à ampliação desta inserção. E, por fim, a relevância da interdisciplinaridade e as potencialidades da atuação da Psicologia.


Palavras-chave


Significados; Trabalho; Mediação Familiar; Psicologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2019v28i2p312-338

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Psicologia Revista

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: