“A MILÍCIA DOS REMIDOS MARCHA IMPOLUTA”: CAMPANHA DE EVANGÉLICOS ASSEMBLEIANOS AO LEGISLATIVO PARANAENSE EM 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23925//2176-2767.2020v67p42-78

Palavras-chave:

Religião e política, Candidatos evangélicos, Eleições, Assembleia de Deus, Assembleia Legislativa do Paraná

Resumo

Este artigo objetiva discutir as singularidades e semelhanças entre as campanhas de doze candidatos vinculados às Assembleias de Deus, que recorreram ao capital religioso durante o pleito à Assembleia Legislativa do Paraná, em 2018. Identificamos e coletamos as publicações nas fanpages do Facebook dos políticos durante o período eleitoral, e construímos categorias de análise, procurando compreender como esses agentes organizaram suas estratégias de campanha. É possível caracterizar um modus operandi dos candidatos assembleianos como plural, descentralizado e não sistemático, voltado com maior intensidade para a representação e participação na comunidade de origem, comportamento similar à organização da estrutura institucional das Assembleias de Deus.

Biografia do Autor

Frank Antonio Mezzomo, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR)

Doutor em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Docente nos Programas de Pós-Graduação Interdisciplinar Sociedade e Desenvolvimento (PPGSeD), Profissional de Ensino de História (ProfHistória) e História Pública (PPGHP) da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR).

Brandon Lopes dos Anjos, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR

Graduando em História pela Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR). Bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq.

Cristina Satiê Oliveira Pátaro, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR).

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Docente nos Programas de Pós-Graduação Interdisciplinar Sociedade e Desenvolvimento (PPGSeD), Profissional de Ensino de História (ProfHistória) e História Pública (PPGHP) da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR). 

Downloads

Publicado

2020-05-07