A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1992 REVISITADA PELA DRAMATURGIA DE CARLOS QUEIROZ TELES, SOB A DIREÇÃO DE FERNANDO PEIXOTO, NO CONTEXTO DA RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA (1972)

Autores

  • Rosangela Patriota
  • Alcides Freire Ramos Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-2767.2022v73p220-244

Palavras-chave:

História, CARLOS QUEIROZ TELLES, ARTE E POLÍTICA, TEATRO, RESISTÊNCIA

Resumo

Este artigo analisa o Teatro da Resistência, predominante no decorrer da década de 1970. Nessas circunstâncias, diversos artistas que permaneceram no país, em situação de legalidade, passaram a travar uma intensa luta político-cultural. Um exemplo disso encontra-se na trajetória do Teatro São Pedro, administrado por Maurício e Beatriz Segall, que se cercaram dos diretores Fernando Peixoto e Gianni Ratto, do dramaturgo Carlos Queiroz Telles e dos atores Celso Frateschi, Denise Del Vecchio, Edson Santana, entre outros. Esse artigo mostra como essa equipe foi capaz de ressignificar as comemorações dos 50 anos da Semana de Arte Moderna (1972).

Biografia do Autor

Rosangela Patriota

Professora Assistente Doutora no Programa de Pós-Graduação em Educação,

Artes e História da Cultura (PPGEAHC) da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Profa. Titular aposentada do Instituto de História da

Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Pesquisadora CNPq nível 1C (produtividade em pesquisa).

Alcides Freire Ramos, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Professor Titular do Instituto de História da Universidade

Federal de Uberlândia (UFU). Pesquisador CNPq nível 1D

(produtividade em pesquisa).

Referências

ABRAMO - A MEMÓRIA DOS PROTAGONISTAS: LÉLIA ABRAMO. In: Theatro São Pedro:

resistência e preservação. São Paulo: Arquivo do Estado/Secretaria de Estado da Cultura, 2000.

ARISTÓTELES, HORÁCIO, LONGINO. A Poética Clássica. São Paulo: Cultrix/EDUSP, 1981.

BARBOSA, K. E. Teatro Oficina e a Encenação de ‘O Rei da Vela’ (1967): uma representação do

Brasil na década de 1960 à luz da Antropofagia. Uberlândia.2004. Dissertação (História) – Instituto de

História, Universidade Federal de Uberlândia.

ÉSQUILO, SÓFOCLES, EURÍPEDES E ARISTÓFANES. Teatro Grego. São Paulo: Cultrix, s/d.

FRATESCHI - A MEMÓRIA DOS PROTAGONISTAS: CELSO FRATESCHI. In: Theatro São Pedro:

resistência e preservação. São Paulo: Arquivo do Estado/Secretaria de Estado da Cultura, 2000.

GARCIA, S. O Teatro da Militância. São Paulo: Perspectiva, 1990.

GUERRA, M. A. Carlos Queiroz Telles: História e Dramaturgia em Cena (Década de 1970). São Paulo:

Annablume, 1993.

PATRIOTA, R. Vianinha – um dramaturgo no coração de seu tempo. São Paulo: Hucitec, 1999.

PATRIOTA, R.; RAMOS, A. F. FERNANDO PEIXOTO: UM ARTISTA ENGAJADO NA LUTA

CONTRA A DITADURA MILITAR (1964-1985). Fênix - Revista De História E Estudos Culturais,

(4), 2006, [Online], postado em 12 de dezembro de 2006, consultado em 20 de novembro de 2021.URL:

https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/784

PATRIOTA, R. Apontamentos acerca da recepção no teatro brasileiro contemporâneo: diálogos entre

história e estética. Nuevo Mundo Mundos Nuevos [Online], Debates, postado em 30 de junho de 2017,

consultado em 20 de novembro de 2021. URL: http://journals.openedition.org/nuevomundo/1528; DOI:

https://doi.org/10.4000/nuevomundo.1528

PEIXOTO - A MEMÓRIA DOS PROTAGONISTAS: FERNANDO PEIXOTO. In: Theatro São Pedro:

resistência e preservação. São Paulo: Arquivo do Estado/Secretaria de Estado da Cultura, 2000.

PISCATOR, E. O Teatro Político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.

RAMOS, A. F. Canibalismo dos fracos: Cinema e História do Brasil. Bauru (SP): EDUSC, 2002.

RAMOS, A. F.; PATRIOTA, R. LINGUAGENS ARTÍSTICAS (CINEMA E TEATRO) E O ENSINO

DE HISTÓRIA: CAMINHOS DE INVESTIGAÇÃO. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais,

(4),

postado em 11 de Dezembro de 2007, consultado em 20 de novembro de 2021. URL:

https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/662

RIPELLINO, A. M. Maiakovski e o Teatro de Vanguarda. 2ª ed., São Paulo: Perspectiva, 1986.

SEGALL, M. Os Caminhos do São Pedro. In: Controvérsias e Dissonâncias. São Paulo:

EDUSP/Boitempo, 2001.

TELLES, C .Q. A Semana, São Paulo, 1972 (texto datilografado).

Downloads

Publicado

2022-05-01