Partido socialista chileno: adeus ao povo

Leandro Vergar-Camus

Resumo


Neste artigo analiso o papel e a responsabilidade do Partido Socialista nainconclusa democratização do Chile. Identifico a decisão do partido dedesmobilizar o movimento contra a ditadura como um momentofundamental da reintegração dele à política institucional em voga.Argumento que essa reintegração foi possível porque os socialistasadotaram uma nova visão de política que privilegiou as negociações erejeitou a mobilização social como um recurso político. A prática políticacorrespondente teve a conseqüência de desacreditar os políticos e ospartidos. Através de entrevistas com líderes socialistas o autor demonstra oquanto a concepção elitista e institucional dominante de política e de poderimpede, mesmo setores de esquerda do partido, de mudar essa situação epensar alternativas que poderiam pôr um fim à legalidade institucional dePinochet.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Lutas Sociais
Revista do Núcleo de Estudos de Ideologias e Lutas Sociais (NEILS)
Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais – PUC/SP
Ministro Godói, 969 - 4º andar – Perdizes
CEP: 05015-001 - São Paulo - SP - Brasil
Fone/Fax: (+55 11) 3670-8517

Lutas Sociais está indexada em: