Revolta e melancolia na modernidade: Michael Löwy e as antinomias do romantismo

Fábio Mascaro Querido

Resumo


Partindo da recente reedição do livro Revolta e Melancolia: o romantismo na contramão da modernidade, de Michael Löwy e Robert Sayre, o objetivo deste artigo é problematizar a importância da questão do romantismo na obra do primeiro, situando-a no âmbito da sua interpretação singular do marxismo como crítica moderna da modernidade, em linha com os desafios do presente. Atina-se com a hipótese de que a visão löwyana do romantismo se torna plenamente inteligível quando compreendida à luz de sua concepção elástica tanto da modernidade quanto do marxismo, este último entendido como teoria “aberta” capaz de “absorver” elementos de outras modalidades de teoria e de pensamento social.

Palavras-chave


Michael Löwy; romantismo; modernidade; marxismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Lutas Sociais
Revista do Núcleo de Estudos de Ideologias e Lutas Sociais (NEILS)
Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais – PUC/SP
Ministro Godói, 969 - 4º andar – Perdizes
CEP: 05015-001 - São Paulo - SP - Brasil
Fone/Fax: (+55 11) 3670-8517

Lutas Sociais está indexada em: