A apropriação do conceito de paradigma pela psicologia

Bruno Peixoto Carvalho

Resumo


Este trabalho analisa a apropriação feita pela psicologia do conceito de paradigma, formulado por Thomas Kuhn. O site de periódicos científicos Scientific Eletronic Library On line (SciELO) ofereceu o material analítico deste trabalho, utilizando-se dos descritores “paradigma” e “psicologia”. Dos 34 artigos analisados, em apenas 8 deles Kuhn comparece nas referências, e nos demais 26 não há referência ao autor. Dividiu-se as artigos em dois grupos: aqueles que citaram Kuhn e os que não citaram. O primeiro grupo caracteriza-se pela exclusão da exigência da universalidade de acordo de um paradigma, ou seja, de sua característica fundamental. Quanto ao segundo grupo, foram identificados cinco significados diferentes para paradigma: paradigma como abordagem, paradigma como modelo de cuidado e atenção à saúde, paradigma como modelo experimental, paradigma como teoria e paradigma como visão de mundo. Os resultados demonstram que a apropriação do conceito de paradigma pela psicologia é incompatível com as formulações kuhnianas.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: