A relevância da espiritualidade no processo de resiliência

Maria Cecilia Menegatti Chequini

Resumo


Os temas espiritualidade e resiliência ocupam, na atualidade, posições de destaque entre os tópicos de interesse das ciências físicas e sociais, principalmente na área da saúde. Nas ciências humanas, resiliência refere-se ao processo através do qual o ser humano é capaz não apenas de superar e se recuperar dos efeitos danosos das adversidades, mas também de se transformar e ser fortalecido por essas experiências. Já o termo espiritualidade tem sido tomado pela maioria dos teóricos do assunto para designar a experiência humana que traz sentido e significado para a existência, a busca do divino, do sagrado, que implica o entendimento ou o sentido de conexão com um propósito supremo, não material, ou seja, o reconhecimento do poder de algo Absoluto, além-ego, que nos remete a uma sensação de plenitude e comunhão com o universo e não somente a adoção de um sistema específico de crença ou prática religiosa. O objetivo do artigo é relatar os conhecimentos de vários estudiosos que estabelecem relações entre os dois fenômenos, apontando a espiritualidade como fator decisivo no processo de resiliência e fundamental no desenvolvimento de métodos para a sua promoção.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: