Os desafios do psicólogo no atendimento a pacientes internados no pronto socorro

Ariana Sassi, Shalana Oliveira

Resumo


O presente artigo visa compreender os desafios do psicólogo no atendimento a pacientes internados no Pronto Socorro, a fim de minimizar nos pacientes os sofrimentos produzidos pelos aspectos psicológicos do adoecer. O processo de adoecimento, bem como o de hospitalização, é um fator de difícil aceitação para o sujeito. Houve momentos durante a vivência de estágio no Pronto Socorro que não havia demanda para intervenções psicológicas, devido à imprevisibilidade do local. Diante disso, optou-se por tomar iniciativas de realizá-las, no corredor, na clinica obstétrica e médica. Nesta última foram desenvolvidas intervenções expressivas e fundamentais com um paciente, no qual se refletiu sobre a importância do trabalho de urgência subjetiva, escuta psicológica, e o acolhimento. Dessa forma, com o propósito de ampliar o conhecimento e melhor compreender as formas de atuação do psicólogo no ambiente hospitalar, optou-se por esta revisão bibliográfica. Assim, entende-se a importância do psicólogo nos hospitais e, principalmente o quão é relevante o trabalho do profissional de psicologia com estes pacientes.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: