Gestão de Recursos Humanos Internacional e o Ajustamento Intercultural do Executivo Expatriado

Anna Silvia Rosal de Rosal

Resumo


O ajustamento intercultural do expatriado no país anfitrião é um importante desafio para as empresas contemporâneas. As políticas de expatriação contribuem diretamente para o ajustamento do executivo e de sua família na nova cultura. O papel da área de recursos humanos internacional concorre significativamente para o resultado da missão de expatriação. Com o objetivo de compreender a atuação da área de recursos humanos internacional na gestão do ajustamento intercultural de expatriados no país anfitrião, este relato adotou como referência de ajustamento intercultural o modelo de Black, Mendenhall e Oddou (1991). Foi realizada uma pesquisa qualitativa e interpretativa com quatro responsáveis diretos pela gestão do processo de expatriação em três empresas multinacionais e uma brasileira internacionalizada, localizadas na cidade de São Paulo. Os resultados contribuem para identificar como a área de recursos humanos internacional compreende sua responsabilidade e o alcance das políticas de expatriação em relação ao ajustamento intercultural do expatriado no país anfitrião.

Palavras-chave


expatriação de executivos; gestão; ajustamento intercultural

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: