Oficina de memória para idosos em uma unidade básica de saúde: um relato de experiência

Ana Claudia Wanderbroocke, Patrícia Precce Folly, Paola Carolina Maba, Tatiana de Carvalho

Resumo


O artigo aborda uma experiência de estágio de formação em psicologia desenvolvido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na cidade de Curitiba-PR. Após levantamento de necessidades, foi proposta a realização de Oficinas de Memória voltadas para idosos. O objetivo foi promover estímulo cognitivo, com foco principal na memória, e socialização entre os participantes, em consonância com as Políticas Públicas voltadas para a promoção do processo de envelhecimento ativo. A atividade foi oferecida em dois momentos, estruturada em 15 encontros e organizada em ações focadas no exercício de diferentes tipos de memória. O artigo descreve algumas delas, desenvolvidas no transcorrer dos encontros, a percepção das coordenadoras quanto à participação dos idosos e a avaliação realizada pelos mesmos no final da atividade. Considera-se a importância de propostas voltadas para a estimulação das capacidades cognitivas, novos aprendizados e socialização para idosos como importante meio de manutenção da autoestima. As Oficinas de Memória configuram uma possibilidade diante da demanda por serviços e ações de promoção de saúde mental nas UBS.


Palavras-chave


Idosos; Oficina de Memória; estimulação cognitiva; atenção primária

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: