Propriedades psicométricas do Inventário do Significado do Trabalho (IST)

Flávia Marcelly de Sousa Mendes da Silva, Carla Fernanda de Lima, Hemerson Fillipy Silva Sales

Resumo


A presente pesquisa objetivou avaliar as propriedades psicométricas do Inventário do Significado do Trabalho (IST), uma medida que avalia a acepção do trabalho quanto a dois aspectos: como ele deveria ser (atributos valorativos) e como é concretamente (atributos descritivos), ademais, objetivou-se a comparação entre a estrutura dos atributos (valorativos e descritivos) do modelo original com a estrutura adquirida com a pesquisa. Para isso valeu-se de uma amostra não probabilística (por conveniência) de 250 sujeitos da cidade de Parnaíba-PI com idades entre 18 a 73 anos (M = 27,9; DP = 9,94), a maioria solteiros (68,0%), do sexo feminino (63,6%), e com escolaridade de nível superior (54,4%). Os resultados apontaram uma nova configuração de estrutura em relação aos modelos originais. Tanto nos atributos valorativos como nos atributos descritivos algumas dimensões tiveram que ser renomeadas. Frente a esses achados, ainda que as estruturas não tenham correspondido aos modelos originais, eles possibilitam a instrumentalização no que diz respeito ao entendimento acerca do significado do trabalho através da adaptação do instrumento em realidades diversas.


Palavras-chave


Significado do trabalho; Instrumento; Atributos valorativos; Atributos descritivos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2018v27i1p171-198

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: