Estresse pré-competitivo e experiência esportiva em adolescentes de Petrolina-PE

José Roberto Andrade do Nascimento Júnior, Carla Thamires Laranjeira Granja, Mauro Moreira dos Santos, Maria de Lara da Costa Santos, Glauber Castelo Branco Silva, Gislane Ferreira de Melo, Daniel Vicentini de Oliveira

Resumo


Este estudo investigou o estresse pré-competitivo e a experiência esportiva de 77 adolescentes participantes de uma competição estudantil de Petrolina-PE. Os instrumentos utilizados foram a Lista de Sintomas de Estresse Pré-Competitivo Infanto-Juvenil e o Questionário de Experiência Esportiva de Jovens. Para análise dos dados foram utilizados o teste de Mann-Whitney e a correlação de Spearman. Os resultados evidenciaram que as meninas sentem mais os sintomas de estresse pré-competitivo do que os meninos. Verificou-se que os adolescentes de 13 a 15 anos ficam mais preocupados com a presença dos pais na competição e vivenciam mais situações negativas do que os de 16 e 17 anos. Verificou-se associação linear entre o estresse pré-competitivo e as experiências esportivas. Concluiu-se que no contexto do esporte escolar as meninas e os adolescentes mais jovens sentem mais o estresse provocado pela competição esportiva. Além disso, o esporte parece ser uma experiência mais negativa para adolescentes mais jovens.


Palavras-chave


Estresse; Adolescentes; Esporte

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2018v27i3p615-631

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Psicologia Revista

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: