Indicadores de motivação e paixão para prática esportiva em atletas brasileiros: um estudo sob a ótica da autodeterminação

Evandro Morais Peixoto, Livia Gomes Viana-Meireles, Carolina Rosa Campos, Leonardo Pestillo Oliveira, Bartira Pereira Palma

Resumo


A motivação é uma variável de suma importância às práticas físicas e esportivas, exercendo considerável influência à adesão e manutenção destas atividades. Esta pesquisa teve como objetivo descrever os indicadores de motivação e paixão para a prática esportiva em atletas brasileiros. Participaram 709 atletas com idades entre 12 e 36 anos (16,62 ± 3,20; 58,4% masculino), de diferentes modalidades, níveis competitivos e tempo de experiência. Todos responderam à Escala de Motivação no Esporte e à Escala de Paixão. Para as análises foram empregados teste t de Student e MANOVA. Os resultados indicaram que atletas do sexo masculino apresentaram níveis superiores em motivação e paixão para prática esportiva. Atletas envolvidos em níveis mais elevados de participação esportiva (nacional e internacional) apresentam níveis superiores em indicadores de motivação intrínseca e extrínseca, e atletas com maior tempo de experiência (entre 5 e 10 anos e superior a 10 anos) apresentaram níveis mais elevados de indicadores de paixão. Os resultados encontrados vão na direção da literatura em Psicologia do Esporte. Adicionalmente, os resultados foram discutidos à luz dos fatores sociais nos quais o esporte brasileiro se estrutura, possibilitando melhor compreensão dos indicadores de motivação e paixão pela atividade esportiva entre atletas brasileiros.


Palavras-chave


autodeterminação; paixão; psicologia do esporte; motivação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2018v27i3p563-589

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Psicologia Revista

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: