O romance: uma forma ético-política na perspectiva baktiniana

Angela Maria Rubel Fanini

Resumo


Este artigo discute alguns conceitos presentes na obra de Mikhail Bakhtin, tais como dialogismo, carnavalização e polifonia, sobretudo, a partir do gênero romanesco, objeto de estudo exaustivo do pensador russo. A discussão dos conceitos visa melhor entendê-los a fim de construir uma perspectiva teórica, metodológica e política para análise discursiva dos romances brasileiros. Ao longo do texto, ocorre exemplificação de possíveis análises de obras nacionais sob a perspectiva bakhtiniana. Destaca-se que, para o pensador russo, a linguagem é central na ontologia do ser social e que a reflexão sobre a linguagem enquanto realidade plural é a medida para se alcançar uma sociedade democrática.



Palavras-chave


Dialogismo; Polifonia; Romance; Mikhail Bakhtin

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.