A verbo-visualidade a serviço da patemização em livros ilustrados

Beatriz dos Santos Feres

Resumo


Este trabalho, pautado prioritariamente na Teoria Semiolinguística de Análise do Discurso, pretende problematizar aspectos da semiose verbo-visual de livros ilustrados no que concerne ao processo da patemização, i.e., ao desencadeamento de emoções a partir da encenação descritiva. Pressupõe-se que a patemização, de caráter intencional, é acionada na interação texto-leitor em função de um planejamento discursivo manifesto em representações (verbais e visuais) dotadas de uma valoração cultural propensa à emoção reativa. A complementaridade observada entre palavra e imagem nos livros ilustrados analisados não só permite uma maior densidade significativa, mas também a exacerbação de qualidades e categorias nem sempre “significáveis”. A simbolização por via analógica atualizada nas imagens (visuais ou metafóricas), ou na superposição de ambas, complexifica a significação, possibilitando-lhe não só efeitos de sentido, mas também efeitos sentidos, suscitados pelos saberes de conhecimento e de crença nos quais se fundam as representações, sejam elas configuradas verbal ou visualmente.


Palavras-chave


Patemização; Encenação descritiva verbo-visual; Livros ilustrados; Teoria Semiolinguística

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.