Elementos argumentativos da carnavalização bakhtiniana na iconografia do heavy metal

Adriano Alves Fiore, Miguel Luiz Contani

Resumo


O chamado rock pesado, sobretudo o gênero heavy metal utiliza, em larga escala, uma iconografia considerada hostil, abusiva, infesta e agressiva na apresentação visual de seus produtos. A presença do grotesco no vasto universo ilustrativo de capas de LPs, CDs e DVDs disponíveis no mercado fonográfico funciona como argumento para evidenciar a quebra de regras e a provocação, atributos naturais do inconformismo e da rebeldia próprios de seu discurso. Este estudo tem o objetivo buscar uma compreensão mais profunda do uso dessa iconografia forte e agressora ao examinar o grotesco, elemento de substancial importância no conceito bakhtiniano de carnavalização, juntamente com o processo polifônico-dialógico, aqui transportados de seu caráter originalmente literário para o semântico-argumentativo da leitura de imagens.

Palavras-chave


Discurso; Argumentação; Grotesco; Leitura de imagens; Carnavalização

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.