Autoria e responsabilidade enunciativa em diários de leitura

Kalliane Sibelli de Amorim Oliveira, Maria Eliete de Queiroz, Maria Socorro Maia F. Barbosa

Resumo


Neste artigo, estabelece-se uma relação entre o conceito de autoria trabalhado por Bakhtin e Possenti e o de responsabilidade enunciativa, proposto por Adam. Para aqueles, a inserção de vozes alheias e o distanciamento em relação à linguagem são aspectos característicos de um texto autoral; para este, a responsabilidade enunciativa é uma dimensão constitutiva do enunciado e se relaciona ao agenciamento de vozes e ao uso de marcadores de pontos de vista. Partindo dessa discussão, analisam-se diários de leitura de estudantes de Ensino Médio, observando como eles agenciam outras vozes e utilizam recursos de modalidades para constituir um discurso autoral. Os resultados apontam para a inserção de vozes alheias e utilização de lexemas afetivos, avaliativos e axiológicos nos diários, ora de forma mais elaborada e consciente, ora de forma mais simplória e carente de criticidade, do que se depreende a necessidade de atividades de retextualização para configuração de uma escrita autoral.


Palavras-chave


Gêneros discursivos; Diário de leitura; Autoria; Responsabilidade enunciativa

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.