Entre acidentes e explosões: indeterminação e estesia no devir da história

Paolo Demuru

Resumo


O artigo propõe uma releitura cruzada dos conceitos de acidente, desenvolvido por Landowski no âmbito de sua teoria sociossemiótica da interação, e explosão, elaborado por Lotman em seus últimos escritos de semiótica da cultura. Longe de ser um fim em si mesmo, este confronto almeja esboçar uma síntese teórico-epistemológica que possa contribuir à análise dos processos comunicacionais-discursivos que regem o devir dos sistemas socioculturais, bem como ao seu enquadramento conceitual. A minha hipótese é que a cifra desta articulação resida no vínculo entre a indeterminação destacada por ambos os autores e a carga estésica, isto é, o núcleo de tensões sensíveis que, conforme vislumbra Landowski, os acontecimentos acidentais/explosivos são capazes de mobilizar. Para procurar demonstrar sua pertinência e relevância, partirei de um caso concreto: as jornadas de junho de 2013 e seu impacto no processo que levou, em 2016, ao impeachment de Dilma Rousseff e, em 2018, à eleição de Jair Bolsonaro.


Palavras-chave


Acidente; Explosão; Landowski; Lotman; Populismo

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.