Abscesso cervical gigante provocado por sialolitíase de glândula submandibular

Fernanda Fruet, Carolina Daniela Ricci, Bianca Caroline Alvim Tomaz

Resumo


Introdução: As infecções cervicais profundas apresentam alta mortalidade, apesar da eficácia da antibioticoterapia atual. Uma das principais complicações é a obstrução das vias aéreas superiores. A principal causa dessas infecções é de origem odontogênica e, raramente, a infecção das glândulas salivares. Objetivo: Apresentar um caso de abscesso cervical profundo, cuja etiologia rara está associada à sialolitíase com origem em glândula submandibular. Metodologia: O caso foi acompanhado no serviço de Cabeça e Pescoço do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) e sua descrição embasada na literatura. Relato de Caso: Paciente iniciou quadro de dor localizada em região submandibular posterior direita, acompanhada de disfagia e dispneia contínua. Procurou atendimento médico na cidade de origem, onde recebeu antibioticoterapia. Evoluiu com insuficiência respiratória, necessitando de transferência para o serviço de emergência do CHS aos cuidados da equipe de Cabeça e Pescoço. Ao exame físico, apresentava edema, abaulamento e hiperemia da lateral direita do pescoço. A Tomografia Computadorizada evidenciou abscesso em espaço retro-faríngeo com compressão da parede posterior da orofaringe e hipofaringe, além de glândula submandibular direita aumentada e imagem de cálculo. Foi realizada a traqueostomia e a resolução cirúrgica por meio da drenagem do abscesso através da incisão transversa em colar. Conclusão: O caso apresentado mostra um abscesso cervical profundo causado por etiologia incomum, a sialolitíase, cujo diagnóstico precoce, seguido do tratamento adequado, poderiam ter evitado a evolução grave do paciente. Neste caso, a drenagem cirúrgica precoce mostra sua importância na prevenção de insuficiência respiratória.

Palavras-chave


pescoço; cálculo das glândulas salivares; abscesso; dispnéia

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

  



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.