Adolescência e literatura: entre textos, contextos e pretextos

José Nicolau Gregorin Filho

Resumo


O que se pretende, neste texto, é discutir a adolescência como concepção cultural e historicamente produzida, além de sua estreita relação com o mercado de consumo. Nesse universo, pretende-se localizar a literatura produzida para os jovens e seu papel nessa etapa do amadurecimento humano. Então, é importante citar a postura de Tzvetan Todorov, refletido que “a literatura não nasce no vazio, mas no centro de um conjunto de discursos vivos, compartilhando com eles numerosas características; não é por acaso que, ao longo da história, suas fronteiras foram inconstantes”.


 


Palavras-chave


Cultura; Literatura juvenil; Adolescência; Texto

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: