Il Guarany e Ubiraiara: os romances de José de Alencar na Itália

Valéria Cristina Bezerra

Resumo


José de Alencar foi um dos autores brasileiros mais traduzidos no século XIX e seus romances tiveram versões em diferentes idiomas, como inglês, alemão, francês e italiano. Essa faceta das obras desse escritor tem sido objeto de redescoberta por meio de estudos que procuram analisar os sentidos dessas traduções em seu tempo e o impacto que causaram na imagem da literatura brasileira. Este artigo se propõe a verificar a presença dos romances de José de Alencar na Itália a fim de compreender a relevância das traduções de suas obras em um contexto internacional de circulação de impressos, durante um período em que as trocas culturais marcaram o processo de criação das identidades literárias nacionais.

 


Palavras-chave


José de Alencar; Romance; Tradução; Recepção; Século XIX

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1983-4373.2017i19p53-64

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: