O discurso citado na construção do ethos: análise discursivo-argumentativa de O país do carnaval, de Jorge Amado

Autores

  • Eduardo Lopes Piris UESC
  • Darling Moreira do Nascimento UESC

Palavras-chave:

Discurso citado, Ethos, Romance, Jorge Amado

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar uma análise discursivo-argumentativa do romance O país do carnaval, de Jorge Amado, focalizando as categorias do discurso citado e do ethos discursivo. Parte do pressuposto de que o ethos do romancista é construído com base no diálogo entre o “seu” discurso e as posições e valores ideológicos do discurso alheio. E assim articula o conceito de discurso citado postulado pelo Círculo de Bakhtin e o conceito de heterogeneidade enunciativa formulado por Authier-Revuz, para compreender os mecanismos de construção do ethos discursivo: um modo de dizer e de ser sócio-historicamente reconhecido, que legitima a inscrição do discurso numa determinada formação discursiva. Desse modo, pretende-se depreender o posicionamento ideológico do autor Jorge Amado na polêmica entre os vários discursos que tentam explicar o sentido da vida em O país do carnaval.


Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eduardo Lopes Piris, UESC

Professor da Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC, Ilhéus, Bahia, Brasil;

Darling Moreira do Nascimento, UESC

Discente da Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC, Ilhéus, Bahia, Brasil; FAPESB;

Publicado

2013-06-28

Como Citar

Piris, E. L., & Nascimento, D. M. do. (2013). O discurso citado na construção do ethos: análise discursivo-argumentativa de O país do carnaval, de Jorge Amado. Bakhtiniana. Revista De Estudos Do Discurso, 8(1), Port. 220–232 / Eng. 221. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/bakhtiniana/article/view/13783

Edição

Seção

Artigos