Discurso, argumentação e cenografia em "iconotextos"

Autores

  • Roberto Leiser Baronas UFSCar
  • Maria Inês Pagliarini Cox UFMT

Palavras-chave:

Estudos discursivos, Comunicação política, Cenas de enunciação, Cenografia

Resumo

Este artigo, alinhado com a tendência enunciativa dos estudos discursivos, recorre à noção tricotômica de cenas de enunciação, com ênfase na cenografia (MAINGUENEAU, 1998; 2006; 2008; 2013), para ler um conjunto de três “iconotextos”, dados a circular no suporte outdoors em 2009, na cidade de Cuiabá. Expostos nas principais avenidas cuiabanas, os “iconotextos” evocam o legado político de Dante de Oliveira. Realizando uma análise cenográfica, baseada no exame da materialidade verbal e icônica dos textos, o estudo identifica uma sobreposição de enunciadores – o Instituto Dante de Oliveira, o político Dante de Oliveira e o PSDB, esse último simbolizado cromaticamente. Além dos enunciadores, o exame cenográfico dos três iconotextos indicia também a topografia e a cronografia ativadas na narrativa do acontecimento discursivo Dante de Oliveira. O estudo mostra, ainda, a pertinência e a produtividade epistemológica de se colocar a cenografia como ferramenta discursiva que busca dar conta de aspectos importantes da análise da comunicação política.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Roberto Leiser Baronas, UFSCar

Professor no Departamento de Letras da Universidade Federal de São Carlos - UFSCar.

Publicado

2014-06-27

Como Citar

Baronas, R. L., & Pagliarini Cox, M. I. (2014). Discurso, argumentação e cenografia em "iconotextos". Bakhtiniana. Revista De Estudos Do Discurso, 9(1), Port. 4–18 / Eng. 4. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/bakhtiniana/article/view/16980

Edição

Seção

Artigos