A perspectiva enunciativo-discursiva de Bakhtin e a análise da linguagem na clínica fonoaudiológica

Autores

  • Ana Paula Santana UFSC
  • Karoline Pimentel dos Santos UFSC

Palavras-chave:

Pesquisa qualitativa, Fonoaudiologia, Perspectiva enunciativo-discursiva

Resumo

A entrada das ciências humanas nas pesquisas da Fonoaudiologia no Brasil ainda pode ser considerada recente. As metodologias de pesquisa adotadas nesta área tendem a aderir a métodos mais quantitativos que qualitativos. O objetivo deste estudo é discutir os alicerces conceituais da teoria enunciativo-discursiva de Bakhtin e sua aplicação para a clínica da linguagem na área da Fonoaudiologia. Para tanto, apresentamos episódios dialógicos que são analisados à luz da perspectiva bakhtiniana. Os resultados apontam que, ao considerar os aspectos sociais, culturais e subjetivos, este tipo de análise pode inovar a compreensão do processo linguístico e das várias possibilidades de apresentação da língua frente à patologia. Desta forma, pode-se não apenas compreender a linguagem holisticamente, mas também visualizar a mobilização de estratégias de que os sujeitos, com e sem patologia, lançam mão para manterem-se na posição de “falantes/autores”.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Paula Santana, UFSC

Docente do Curso de Fonoaudiologia e do Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC – Florianópolis (SC), Brasil.

 

Karoline Pimentel dos Santos, UFSC

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Publicado

2017-05-11

Como Citar

Santana, A. P., & Pimentel dos Santos, K. (2017). A perspectiva enunciativo-discursiva de Bakhtin e a análise da linguagem na clínica fonoaudiológica. Bakhtiniana. Revista De Estudos Do Discurso, 12(2), Port. 174–190 / Eng. 187. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/bakhtiniana/article/view/27941

Edição

Seção

Artigos