Um brinde ao entrecruzamento de vozes

Autores

Palavras-chave:

Revista A Violeta, Verbo-visualidade, Vozes, Estudos bakhtinianos

Resumo

Este estudo constitui um recorte de pesquisa doutoral que teve por objetivo compreender, na dimensão verbo-visual da revista cuiabana A Violeta (1916-1950), como se constitui discursivamente o entrecruzamento de vozes. Tomamos o enunciado Chronica, da edição de 31 de dezembro de 1937, a fim de desvelar as tensões discursivo-ideológicas por meio da análise de estratégias linguístico-discursivas e de mobilização do plano de expressão verbo-visual. Baseamo-nos na teoria de Bakhtin e o Círculo, quanto às questões que envolvem as relações dialógicas entre os enunciados, e em Brait, para discutir os aspectos relacionados à verbo-visualidade. Constatamos, pela análise, a presença de um entrecruzamento de vozes: uma voz que acata o discurso vigente, reproduzindo seus temas, como o nacionalismo e o patriotismo, e uma outra voz, perceptível na mobilização da dimensão verbo-visual, crítica à situação política da época.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eliete Hugueney Figueiredo, Universidade Federal de Mato Grosso - Editora

Revisora da Editora da UFMT

Publicado

2020-04-17

Como Citar

Figueiredo, E. H., & Padilha, S. de J. (2020). Um brinde ao entrecruzamento de vozes. Bakhtiniana. Revista De Estudos Do Discurso, 15(2), Port. 163–184 / Eng. 173. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/bakhtiniana/article/view/42945

Edição

Seção

Artigos